Comentarios del lector/a

tratamento para estrias

por saude brasil (09-11-2018)


Tudo para combater e terminar com as estrias 
Primeiro aparece um risquinho avermelhado, que você nem dá esfera, pensando que é um fácil arranhão. Com o tempo, este vai ficando mas vasto, mas profundo… até o momento que clareia e resta aproximado a uma cicatriz. Está constatado: é a temível raia. 
Este “arranhão” que acontece no nosso corpo é o rompimento das fibras elásticas que sustentam a pele da ventre, dos seios, das coxas… A verdade é que, com justificativas biológicas ou não, não possui nada que a gente deteste mas no nosso corpo do que essas malditas listrinhas. 
Hidratação
Para evitar, não possui outra: desmandar do creme hidratante. É a melhor forma de prevenção. E na prenhez, o desvelo deve ser ainda maior. “É essencial ter uma dieta equilibrada, para não engordar bastante. Também não prurir ou machucar a pele e utilizar o hidratante um par de vezes ao dia”, recomenda a Dra Denise Steiner, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).
A dermatologista da SBD Tatiana Jerez também dá dicas para potencializar o efeito dos hidratantes: “o melhor horário para hidratar o corpo é urgentemente depois o banho, não importando se este acontece pela manhã ou à noite. Nos cinco minutos que se seguem ao banho, nossa pele absorve melhor os hidratantes”.  E a teoria é utilizar a torto e a recta mesmo, independente do classe de pele. Nada de evitar o hidratante o que possui pele oleosa, por ex. “Para pacientes que possui pele oleosa, existem hidratantes livres de óleo, porém no por norma geral, as estrias não estão localizadas em locais onde o paciente possui extensa oleosidade”, explica a Dra. Tatiana. 
Como combater
Você hidratou, massageou, cuidou e, apesar disso, viu esses rabiscos rompendo na pele. Tudo muito, acontece. Agora é a hora de ir detrás de um consultório dr. e ver como você deve resolver. “Os produtos mas indicados são aqueles com ácido retinóico e com outros ativos que estimulem a produção de colágeno”, aponta a Dra. Denise. O que varia é a potência do produto, representada pela concentração do ácido – porém eles são considerados medicamentos e devem ser comprados com receita. tratamento para estrias